Matemática mão na massa

Matemática mão na massa

Neste artigo vou exemplificar como nós, professores de matemática, podemos propor atividades concretas e interdisciplinares que farão com que nossos alunos coloquem literalmente a “mão na massa” e aprendam, não só matemática, mas também as ciências em geral.

Aliás, o termo “mão na massa” ou  “hands on“, em educação, não é novo e caracteriza os trabalhos em equipe envolvendo criatividade, autonomia, potencial inventivo dos estudantes colocando-os no centro do processo de ensino-aprendizagem. Ler mais

KAHOOT: uma ferramenta genial!

Encontrar formas de prender a atenção dos alunos é uma constante na tarefa diária do professor, certo?
Com certeza absoluta!!! Nossos estudantes gastam muito tempo com celulares, vídeo-games, computadores, … Então, quando podemos aproximar a tecnologia nas aulas de matemática, o sucesso é garantido!

Neste artigo vou explicar como funciona o kahoot, uma ferramenta on line gratuita para criar, dentre outras estratégias, quizzes baseados em perguntas com múltiplas escolhas. Ler mais

Oficina das tabuadas para professores

Vou fazer 32 anos de magistério neste ano e, confesso, sou apaixonada pela minha profissão. Como professora de cursos de Pedagogia há muito tempo e, também, tendo experiência em escolas desenvolvi várias estratégias para ensinar matemática que gosto de compartilhar.

Pelo conhecimento e experiências que tenho, ministro oficinas de matemática para professores. Os assuntos são os mais variados possíveis envolvendo desde a educação infantil até o ensino médio.

Ler mais

Jogo do Nunca

Jogo do Nunca

Os Jogos do Nunca têm como objetivo trabalhar o princípio de agrupamento de quantidades em diferentes bases para que a criança compreenda o sistema de numeração decimal.

O trabalho com agrupamentos e trocas leva os alunos à noção de base de um sistema de numeração. A base  é o número que indica como são feitos os agrupamentos nesse sistema.

Assim, como um dos princípios do sistema de numeração decimal é o de agrupamentos e trocas, é importante experimentar esse princípio em várias bases para compreendê-lo, em particular, na base dez. Ler mais

Mão Iluminada: uma atividade interdisciplinar

Mão Iluminada: uma atividade interdisciplinar

Como cativar os estudantes do ensino médio para as áreas exatas?

Foi essa pergunta que motivou um grupo de professores e técnicos da UCS – Campus de Bento Gonçalves, a pensar em uma atividade instigante, prazerosa, investigativa e criativa que pudesse promover um “encantamento” e, também, despertar o interesse dos adolescentes pelos estudos e pelas áreas exatas em geral.

Uma atividade bem no estilo “mão na massa“, com certeza chamaria a atenção dos alunos!

E foi assim que surgiu a Mão Iluminada: uma mão de poliuretano com leds instalados nos dedos, construída em laboratórios de química e engenharia. Ler mais

Aula de exercícios animada pelo jogo de poker

Aula de exercícios animada pelo jogo de poker

Nas aulas de matemática, em geral,  é necessário propor aos alunos a realização de exercícios de fixação e o sucesso da aprendizagem está relacionado com a compreensão e resolução de tais exercícios.

Porém, os estudantes acham muito chatas aquelas listas intermináveis de exercícios. E eles têm razão! As aulas tornam-se enfadonhas quando a dinâmica do professor é apenas baseada em quadro, livro, pincel e listas de exercícios.

É preciso encontrar formas para tornar os tais exercícios divertidos! Eu utilizo um jogo de poker com algumas regras criadas por mim e tenho obtido ótimos resultados. Ler mais

Como decorar as tabuadas!

Como decorar as tabuadas!

Professores e pais travam uma verdadeira batalha para auxiliar as crianças na memorização das tabuadas! Todo e qualquer recurso que apresente a mínima possibilidade para ajudar nessa empreitada é utilizado: repetição das frases multiplicativas oralmente ou por escrito; dominós, memória e outros diversos jogos; músicas, etc.

As crianças, normalmente, não gostam de “gastar” o tempo de lazer e brincadeiras para estudar as tabuadas. Elas acham enfadonho e sem graça repetir, repetir e repetir. Ler mais

Como ensinar a conta de vezes

Como ensinar a conta de vezes

Professor, vamos partir do princípio que as tabuadas já foram construídas e que os alunos estão resolvendo situações-problema que envolvem as diferentes ideias da multiplicação.

Queremos, agora, ensinar a operação de multiplicação com significado! Para tanto, vamos nos munir de alguns materiais, tais como: palitos de picolé, atilhos (elásticos de dinheiro), material dourado, QVL (quadro valor do lugar), folhas quadriculadas e lápis de cor. Ler mais

Função do 1º grau com o Desmos

Um amigo me apresentou o Desmos para a construção de gráficos e eu achei-o muito interessante!

A princípio, não tive curiosidade em explorar o Desmos, pois já utilizava o Winplot e outros softwares em sala de aula e para a realização de trabalhos. Mas, passado algum tempo, resolvi conhecer o Desmos e me encantei.

Então, desenvolvi algumas estratégias para o ensino de funções que quero compartilhar com você! Ler mais

Transformações lineares Planas

Aplicações dos conteúdos estudados são sempre bem vindos! Ao estudar transformações lineares planas, uma boa ideia é solicitar aos estudantes dos cursos das áreas exatas, a criação de figuras planas e algumas transformações das mesmas.

Essa experiência de trabalho já venho desenvolvendo há alguns anos no Campus da UCS de Bento Gonçalves. A cada semestre, solicito projetos de trabalho a partir de um tema escolhido por mim ou pela turma. Os resultados são fantásticos!

Além de compreender o conteúdo e visualizar uma aplicação bem interessante, os alunos aprendem a utilizar comandos básicos do Matlab e conhecem um pouco mais esse poderoso software. Ler mais