Oficina das tabuadas para professores

Vou fazer 32 anos de magistério neste ano e, confesso, sou apaixonada pela minha profissão. Como professora de cursos de Pedagogia há muito tempo e, também, tendo experiência em escolas desenvolvi várias estratégias para ensinar matemática que gosto de compartilhar.

Pelo conhecimento e experiências que tenho, ministro oficinas de matemática para professores. Os assuntos são os mais variados possíveis envolvendo desde a educação infantil até o ensino médio.

 

Outra habilidade que tenho é o canto. Gosto muito de cantar e, em uma fase passada da minha vida, cantei em coro, estudei música e, também,  regência coral. Quando mais moça regi um coro municipal de crianças em minha cidade natal, Garibaldi,  com o qual fiz belíssimas apresentações.

Hoje não canto mais em coral nem tampouco estudo música, mas não a deixo passar longe da minha sala de aula. Minhas alunas de Pedagogia costumam dizer que eu devia também dar aula de musicalização porque lhes ensino muitas atividades musicais e que também desenvolvem o raciocínio lógico-matemático.

Bem, aliando esses dois talentos, matemática e música, desenvolvi a oficina para professores  “Ensinando as tabuadas através de músicas e jogos“. Nela, ensino as músicas do meu CD “Tabuadas Cantadas em Roda” e, também, jogos bem legais para auxiliar a garotada a memorizar as tabuadas da multiplicação. A oficina tem duração de 4 horas.

Aliás, o CD foi gravado por mim e por minha irmã Rosangela, que também é professora e ministra oficinas de musicalização. Para maiores informações sobre o CD, acesse os artigos Ensinando as tabuadas com música e Como decorar as tabuadas.

Na oficina das tabuadas que ministro, os professores ganham o CD e aprendem como tornar as músicas mais interessantes para os alunos. Para cada música proponho algo diferente: coreografia, dança, roda, percussão corporal ou acompanhamento por instrumentos simples como, por exemplo, clavas confeccionadas com pedaços de cabo de vassoura.

Veja os vídeos abaixo e entenda como as músicas podem ficar mais atrativa quando associadas a diferentes estratégia:

 

As diferentes formas de acompanhamento têm dois objetivos: tornar a música atrativa para as crianças e estimular a repetição da letra inúmeras vezes. Sim, porque quanto mais repetição, mais memorização! A gurizada acaba gostando tanto da atividade associada à música, e quer repetir, repetir e repetir para que tudo fique em sintonia.

E aí está o pulo do gato! Aprender as músicas das tabuadas torna-se divertido, engraçado, interessante e prazeroso. As músicas ficam tão bonitas que podem até ser apresentadas em reuniões de pais ou festividades escolares.

Muitas pessoas pensam que apenas as crianças do ensino fundamental 1 podem querer aprender as músicas das tabuadas. Engano! Trabalho com um grupo de meninos pré-adolescentes de 12 a 17 anos, muitos em situações de vulnerabilidade social, e lhes ensino as tabuadas utilizando as mesmas letras das músicas, porém em forma de rap.

Eles criam os ritmos e as batidas utilizando o corpo ou instrumentos e repetem as letras das Tabuadas Cantadas em Roda em forma de rap. Um verdadeiro sucesso!

Quanto aos jogos, ensino propostas diferentes das conhecidas e que fazem a a galera vibrar. Geralmente faço competição entre os participantes a partir das atividades que apresento e a gurizada participa com atenção, disposição e muita alegria.

Caso tenha interesse em promover em sua cidade a oficina “Ensinando as tabuadas com músicas e jogos” entre em contato comigo pelo e-mail ensinandomatemat@gmail.com. A duração da atividade é de aproximadamente quatro horas. Terei prazer em ensinar algo em que acredito e que dá resultado!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *